Mel de Lama

Mel de Lama

quarta-feira, junho 30, 2004

...

1984



... ...

...

2000



... ...

...

2004



... ...

...

até logo ...
|| PMM 5:53 da manhã

terça-feira, junho 29, 2004

... mal sabia eu dos 41ºC de hoje à tarde ... ...

...

esqueçam o frigorífico ... ... tragam-me uma piscina olímpica cheia de cubos de gelo ... ... (e já agora, para aproveitar os recursos disponibilizados, que tal umas botelhas de Martini e uns quantos limões? ... seria no mínimo justo ...) ...

... ...

...

isla del encanto ... ... me voy, me voy, me voy ...

...

até logo ...
|| PMM 5:19 da tarde
... está calor ... ... calor como um raio ...

...

os candeeiros acesos não ajudam ... mas são uma inevitabilidade quando há tanto para ler ... ...

...

... ...

só me resta enfiar-me pelo frigorifíco adentro ... ... e levar comigo um pequeno bloco de madeira para manter a sua soberba luz branca acesa ...

...


- Les vaches cools -Gilles Tran
...

provavelmente é isso mesmo que vou fazer ...

...

até amanhã ...
|| PMM 3:40 da manhã

segunda-feira, junho 28, 2004

... passado um par de anos, decidi reavivar "o meu país" no nationstates.net ... ...

...

e ora aqui está ele ... ... pronto para um novo começo ... ...

"

The Free Land of Portugal-Nipon
"In Saké Veritas"

UN Category: Left-wing Utopia
Civil Rights: Superb |Economy: Reasonable |Political Freedoms: Superb

Location: Monty Python
The Free Land of Portugal-Nipon is a tiny, socially progressive nation, renowned for its complete lack of prisons. Its compassionate, intelligent population of 5 million are free to do what they want with their own bodies, and vote for whoever they like in elections; if they go into business, however, they are regulated to within an inch of their lives.

The large, corrupt government devotes most of its attentions to Social Welfare, with areas such as Law & Order and Defence receiving almost no funds by comparison. The average income tax rate is 30%, but much higher for the wealthy. A very small private sector is dominated by the Pizza Delivery industry.

Crime is moderate, probably because of the country's utter lack of prisons. Portugal-Nipon's national animal is the lion dragon, which frolics freely in the nation's many lush forests, and its currency is the sake.

"

... ...

e, já agora, aqui fica a sua bandeira no seu máximo esplendor ...

...



... ...

(bonita, não é? ... ... o kanji usado na parte nipónica da bandeira é, nada mais nada menos, do que "saké" em cima à esquerda e "verdade" em baixo à direita ... in saké veritas, já lá diziam os antigos portugueses-nipónicos aquando do seu contacto com os romanos ... ...) ...

...

... para já meti o meu país nessa bela região chamada Monty Python ... ... (é um regresso ao útero materno, pois tratava-se do meu antigo poiso no site) ... pena é que esteja reduzida a cinco nações de momento ...

... ... se quiserem experimentar -> http://www.nationstates.net ... explorem e até podem vir ter a Monty Python para ver o que podemos fazer pela região ... ...

... é isso

...

até logo ...
|| PMM 7:43 da manhã

domingo, junho 27, 2004

... assim de cabeça, os nomes de albuns que eu prefiro são :

- My Sister Is My Clock

e (sem margem para dúvidas, pois claro)

- My Brother The Cow



... ...

...

é só isso ... de qualqer forma hoje também é Domingo ... ... dia de letargia-mor (e porque não? ... estão mais de 30 graus lá fora ... ... metabolissmmo lennnnnnntoooooo *arroto*) ...

...

até logo ou assim ...
|| PMM 6:25 da tarde

sábado, junho 26, 2004

... ...

"

Would you be surprised to know that this rough, tough individual is wearing pink, satin undies under his rough exterior clothing? He is. Then there is your friend the milkman who...who knows how to find comfort at home.

"

in



...

Ed Woods do mundo, uni-vos ...

...

até logo ...


|| PMM 4:23 da tarde

sexta-feira, junho 25, 2004

... o delírio ácido continua ...

...

Lucy in the sky with diamonds ... (pelo menos até ver)

... ...

até logo
|| PMM 5:48 da tarde
|| PMM 4:12 da manhã

quinta-feira, junho 24, 2004

... quando qualquer ser morre, a sua essência é transportada para a zona das roletas dum estranho casino Las Vegas style ... ... com sorte na minha próxima encarnação serei um zortag, uma bizarra planta que se reproduz por esporos que vive num velho planeta três vezes o tamanho de Júpiter algures no cluster globular M4 ...

...

...

é isso ...

...

até amanhã ...
|| PMM 7:12 da tarde
... perdido num estranho delírio psicadélico, acordo numa bizarra festa tupperware organizada pela caríssima Edith Bunker ... ...

...

a realidade de cada um é a realidade percebida ... ... apesar de saber tal facto, confesso que tal situação confunde, sem margem para dúvidas, o meu cérebro ... ... (o tal)

...



... ...

... eu não faço parte deste filme ... ... (neste caso, desta série) ... venha de lá o Feiticeiro de Oz pois então ... (numa estúpida tentativa de pertencer a sabe-se lá o quê ... ) ...

...

segue a estrada dos tijolos amarelos ... JÁ! ... (talvez no fim dela exista, finalmente, a resposta) ...

...

até logo ...
|| PMM 12:36 da manhã

quarta-feira, junho 23, 2004

... apanhadas algures no lavatório da minha cozinha ...

...



... ...

(e a cigarra? ... será que sobreviveu? ...)

...

até amanhã

...

PS: (ver comentários) o lavatório da cozinha é lava-louça ( ... é isso ....) ...


|| PMM 1:24 da manhã

terça-feira, junho 22, 2004

... algo lido algures ...

...

"é díficil ser-se sério quando se está nu"

... ...



...

(e talvez assim o seja) ...

...

até logo ...


|| PMM 2:53 da manhã

segunda-feira, junho 21, 2004

|| PMM 2:11 da manhã

domingo, junho 20, 2004

...



...

no mínimo, que fiquemos ao menos de consciência tranquila ...

... ...

até logo ...

...

...

PS :

... oito anos depois, o hóquei está de volta à primeira divisão ... ...
|| PMM 4:09 da tarde

sábado, junho 19, 2004

... ao final da segunda jornada só a República Checa garantiu o apuramento para os quartos-de-final ... ...

...



...

está prometida uma terceira jornada escaldante ... ...

...

(e só a Rússia e a Bulgária é que já têm o vôo marcado de regresso a casa) ...

...

tem sido um belo Euro ... ... (relegando para segundo plano o belo do estudo, mas isso é outra história) ...

... ...

até amanhã ...
|| PMM 11:42 da tarde
... jornalismo profundo ...

... ...

...

pergunta a um adepto letão com não mais de vinte anos ...

...

"é a primeira vez que dança folclore português?"

... ...

...

até logo
|| PMM 2:42 da tarde

sexta-feira, junho 18, 2004

mudança de paradigma ...

de ...

talibã pedófilo a conduzir em contra-mão na auto-estrada

...

para ...

talibã hooligan alcoolizado pedófilo em contra-mão na auto-estrada ...

...

até logo ...
|| PMM 12:59 da manhã

quinta-feira, junho 17, 2004

... não sei se é o euro e o trabalho que me anda a consumir demasiados recursos cognitivos ... ... o que é certo é que a esta hora da noite a única coisa que eu consigo postar é :

...



...

...

e pronto ... está postado ... nada há a fazer ...

...

até logo ...
|| PMM 12:54 da manhã

quarta-feira, junho 16, 2004

... o delírio continua ...

...



...

will we survive?

...

até logo ...
|| PMM 2:20 da tarde

terça-feira, junho 15, 2004

... o que ninguém sabia é que o João Ratão tinha um seguro de vida avaliado em mais de sessenta milhões de € e simulou a sua própria morte para livrar a sua mãe de uma série de grandes dívidas a um par de agiotas dos subúrbios de Reno ... ... ... ... (a Carochinha é que nunca viu um tusto) ...

...



...

depois de salvar a sua mãe, João fez uma série de plásticas e mudou-se para o Novo México ... ... ... passados vinte anos era o homem mais rico do mundo ... ... ...

...

até amanhã ...
|| PMM 3:01 da tarde

segunda-feira, junho 14, 2004

...

... o calor aperta ... ... a bola está sempre a rolar ... ... ... haja o belo do garrafão de tinto e birra, litradas de birra ... ... (tudo o resto é secundário) ...

...

(bem sei que) eu já estive longe no deserto ... ... e Las Vegas aqui tão perto ...

...



...

continuo freneticamente a viver o sonho ... o sonho português ... ... Portugal para o campeonato mundial de tudo por favor ... Lisboa para os Jogos Olímpicos ... JÁ! ... ... e por amor de dEUS ... com tanto evento futuro tratem de construir o maior centro comercial do mundo (e não só da Península Ibérica) ... essa síndrome de pequenez irrita-me profundamente ... ...

...

é apostar tudo no sete preto ... e ganhar ... (claro) ... (nem que seja preciso quitar a roleta ou encher o bolso de alguém) ...

...

até amanhã ...
|| PMM 2:37 da tarde
... highlight do dia que passou ...



...

até logo
|| PMM 12:41 da manhã

domingo, junho 13, 2004

... estes meus últimos loucos dias ... (versão reduzida) ...

...

cerveja, Pixies, cerveja, cerveja, futebol, cerveja, futebol, jantarada, futebol, copos e futebol ...

...

hoje é dia de mais futebol ... e logo à noite - TRABALHO ... é assim a vida ... ...

...



...



...



...

... ...

imaginem se os gregos gostassem da bola?

...

até amanhã
|| PMM 1:47 da tarde

quinta-feira, junho 10, 2004

...



1930-2004

...
|| PMM 10:50 da tarde
... comemorando o dia de Portugal e apelando ao voto no próximo dia 13 ...

...



...

(calculo que a intenção seria botar e não votar ... ... mas adequa-se bem ao momento) ...

... ...

até amanhã
|| PMM 6:22 da tarde
... desenrascanço ...

...



...

"

Desenrascanço (loosely translatable as "disentanglement") is a Portuguese word used, in common language in Portugal, to express an ability to solve a problem without having the adequate tools or the knowledge to do so, by use of imaginative resources or by applying knowledge to new situations. Achieved when resulting in a hypothetical good-enough solution. When that good solution doesn't occur we got a failure (enrascanço — entanglement). Most Portuguese people strongly believe it to be one of the their most valued virtues and a living part of their culture. Obviously, they know that this subjective feature is not exclusive of theirs.

However, some critics disagree with the association of desenrascanço to the Portuguese culture. They argue that this concept is related to subjective evaluation of oneself, or of the Portuguese people, and belongs to the world of subjectivity and feeling. Sometimes, the concept is related by some to the discoveries period or to student activities in the 15th century. But sceptics doubt there is any substantial proof of that relation.

Some people theorize that in the 16th and 17th centuries, because it was very common for other exploring nations, such as the Dutch, to bring a Portuguese national along during the voyages, because the Portuguese were the most skilled due to previous knowledge and, allegedly, for handling well the occasional emergencies in the ship when the control of the vessel was given to them (what is known among the Portuguese as "desenrascanço"). Serious historians would disagree with the association between a 20th century idea and 17th century events. A part from this myth, desenrascanço, in fact, is the opposite of planning: it's managing for the problem not becoming completely out of control and without solution.

"
- in Wikipedia.org

...

até amanhã ...
|| PMM 12:58 da manhã

quarta-feira, junho 09, 2004

... ... ...

...

pela estrada, pelo coração e sabe-se lá por que mais ... ... infligimos um estranho golpe à nossa própria existência ...

...

afogue-se o dualismo cartesiano ... ... nós somos um todo único ... indissociável ... ... não há extremos A ou B ... ...

... ...

e por isso mesmo há que criar barreiras, há que ter consciência dos limites ... mais tarde já não chega ... ... ... nenhum homem foi alguma vez de ferro ...

...

deixar andar ... acumular ... comer com as coisas ... não pregar olho ... ... mas não ... Jota Cê morreu na cruz ... ... faça-se o sacríficio tal como ele ... ... sim, é perfeitamente saudável ... afinal de contas o meu nome é Zé ... Zé Mártir ... ... ... e que tal que se faça prevenção acima de tudo ? ... porque não ? ... ... há muita coisa que podemos de certa forma controlar mas que bizarramente preferimos nos desresponsabilizar ... ... ... mete-se o comprimido rosa baço e já não está nas nossas mãos ... yupi ...

...

estranho macaco-marado, engole sapos do tamanho de javalis para que ninguém lhe aponte o dedo ... ...

... ...

... que se mude o paradigma ... ... afinal de contas nós somos um animal da savana ...

...

até amanhã ...
|| PMM 3:00 da tarde
... estranhas futilidades ... (das quais não conseguimos passar ao lado) ...

...



...

até logo ...
|| PMM 2:09 da manhã

terça-feira, junho 08, 2004

...

...

..."eu não tenho lábios, eu não tenho língua" ... ... "onde houve olhos há apenas espaço" ... ...

...



...

(aproxima-se o concerto dos Pixies) ...

...

até logo ...
|| PMM 3:20 da manhã

segunda-feira, junho 07, 2004

... ...

...



...

... ... algures no vazio, perdido num mar de estranhas partículas sem qualquer área calculável, existe, sem margem para dúvida, um belo e gordo bacalhau a pedir um pratinho de macaco-marado à brás ... ... regado com um belo vinho alentejano ... ... ... (e de sobremesa, quem sabe, uma mousse com cheirinho) ...

...

"... everybody's gotta learn sometimes ... ..."

...

até amanhã ...
|| PMM 4:21 da manhã

domingo, junho 06, 2004

a minha tentativa de sintetizar todo o universo ...

... ...

...

"foda-se"

...

é isso ...

até amanhã ... (e as minhas sinceras desculpas a quem tenha achado a minha linguagem um pouco ofensiva ... ... e daí, talvez não) ...
|| PMM 1:44 da tarde

sábado, junho 05, 2004

... está calor ... ... muito Sol ... ... letargia ... (e músculos doridos)

...
|| PMM 4:32 da tarde

sexta-feira, junho 04, 2004

... o que a cigarra não sabia é que a formiga pertencia a uma famosa família siciliana, que através de um favor que o Herbie devia ao "polvo", contratou um igualmente famoso ronin para limpar o sebo à cigarra Yakuza-style mal esta metesse as suas não sei quantas patas numa qualquer praia paradísiaca da Polinésia Francesa ... ...

...



... ...

(as sequelas têm sempre argumentos mais rebuscados, ainda mais personagens bizarras e estão cheias de novos e inovadores efeitos especiais) ...

...

até amanhã ...
|| PMM 12:13 da manhã

quinta-feira, junho 03, 2004

... quem é que durante a sua vida, algures no percurso de casa para o trabalho/faculdade/escola, nunca desejou que tal local estivesse, no preciso momento em que se dobra a esquina final da conformação total, a arder de um modo deveras violento ... ... ou nem que fosse só um bocadinho ... ( para assim de regresso a casa, eventualmente, ainda apanhar a cama quentinha) ... ...

...



...

(eu já ...)

...

... até amanhã
|| PMM 12:23 da manhã

quarta-feira, junho 02, 2004

... o que a formiga não sabia é que a cigarra tinha tudo em offshores, declarava puto ao fisco e ainda ia de jacto particular passar o Inverno à Polinésia Francesa ... ...

...



...

até logo ...
|| PMM 1:17 da manhã

terça-feira, junho 01, 2004

... "vai trabalhar, ganha o teu quinhão, não percas tempo com coisas não produtivas e lembra-te, sozinho não vais a lado nenhum" ...

... ...

...

...

|| PMM 3:09 da tarde